[CINEMA] Review de “Arquivo X – Eu Quero Acreditar”

Olá amigos insones,

Depois de um final de semana sem muitas novidades no blog, trago um review do filme “Arquivo X – Eu Quero Acreditar”, que assisti no sábado (26/07).

Antes de mais nada, quero deixar bem claro que essa é uma opnião minha, de um fã da antiga e maravilhosa série criada por Chris Carter.

O que eu posso dizer para começar é que o novo longa dos agentes Mulder e Scully é … decepcionante! Isso mesmo … decepcionante! “Eu Quero Acreditar” … que esse filme não faz parte do universo de Arquivo X e que não foi feito por Chris Carter.

… ATENÇÃO: CONTÉM SPOILERS …

Bom, apesar de ter me decepcionado com o novo longa, não vou dizer que ele é de todo ruim. Algumas lembranças do excelente seriado vem à tona vez ou outra, à começar pela música tema de abertura. O rítmo acelerado dos primeiros minutos do filme dão a impressão que será uma ótima trama e um longa empolgante. Mas é só impressão! Tive a sensação da falta daquela conspiração tão presente no seriado.

O filme foi bastante focado nos conflitos internos dos personagens, tentando se encontrar ou provar algo para si mesmos e deixou de lado alguns elementos importantes que os fãs tanto esperavam!

Alguns fatos marcantes da vida dos personagens foram “explicados” em pequenos (bem pequenos) diálogos durante o filme, como a abdução da irmã de Mulder e a perda do filho do casal. Ah … esse é outro ponto. Durante praticamente toda a série, existe a tensão e expectativa por parte dos fãs em pelo menos um beijo dos agentes, se eles vão ficar juntos ou não … pois bem … em “Eu Quero Acreditar” não existe nada disso … eles dormem juntos e fica uma séria dúvida se eles são casados ou não … se estão juntos ou não !!! (isso principalmente para os que desconhecem a mitologia e trama de Arquivo X)

Os fãs da série ou que pelo menos os que já assistiram alguns episódios, saem do cinema decepcionados. E os que nunca viram sequer um episódio e não conhecem toda mitologia por trás de Arquivo X, saem do cinema com sono (muito sono) e achando tudo uma grande droga (minha esposa por exemplo está criticando até agora … rsrsrs).

Tive a leve sensação de uma possível substituição (ou tentativa de passar algo assim) dos agentes Mulder e Scully. Eu explico. Em “Arquivo X – Eu Quero Acreditar” temos a presença dos personagens Dakota Withney, interpretada pela bela Amanda Peet e Mosley Drummy, interpretado pelo rapper Xzibit. Pois bem, Dakota me pareceu uma possível sucessora de Mulder, crente de que algo a mais está acontecendo e Mosley se mostrou o tira durão, cético, ao melhor estilo Dana Scully.

Acho que o personagem mais empolgante do filme fica por conta da atuação de Billy Connolly, na pele do padre Joe, um “ex-pedófilo” vidente que está ajudando o FBI a solucionar o desaparecimento de uma agente. Billy encarnou muito bem o papel e de longe se tornou a melhor interpretação do filme. Foi através do padre Joe que o filme teve uma ligação mais próxima com a série.

No geral achei a trama bastante fraca, um roteiro longo demais para pouca história e os personagens um pouco mal explorados. Acho que Chris Carter tentou encontrar novos fãs, mas não conseguiu agradar nem os antigos. Uma pena!

Infelizmente esse é “Arquivo X – Eu Quero Acreditar”, o segundo longa dos personagens Fox Mulder e Dana Scully, da melhor série que já existiu (opnião particular minha).

por Tiago Castro
ainda um pouco decepcionado …

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: