[EVENTOS] 20ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo

Às vésperas de seu encerramento, fui finalmente visitar a Bienal do Livro em São Paulo e posso dizer que foi uma experiência realmente fantástica.

O pavilhão do Anhembi estava lotado, muita gente visitando os estandes e perambulando pelos corredores, mas o que realmente impressionou era a quantidade de crianças que haviam por lá. A cada canto que olhávamos estava um grupo de crianças com os olhos espantandos diante dos altos e vistosos estantes, ou ainda pentelhando seus pais para comprar esse ou aquele livro … É muito bacana ver que uma nova geração está se abrindo para a leitura, algo que não vemos muito hoje em dia no Brasil.

A organização do evento também estava de parabéns. Ônibus a todo momento saindo do Terminal Tietê e indo direto para Bienal, e de graça. A volta também contou com traslado gratuito para o terminal rodoviário.

A única coisa que achei um pouco falha no evento foram os preços dos livros na grande maioria das editoras. Quase todas estavam vendendo seus livros com os mesmos preços que encontramos nas lojas. Algumas davam 10 ou 20% de desconto, mas eram poucas. Acredito que as editoras venderiam muito mais na Bienal se colocassem seus livros a preços mais baixos.

Passei por diversos estandes que mais me interessavam, outros estavam tão cheios que mal dava pra se mexer dentro deles. Alguns imponentes eram vistos de longe, como a Panini, Escala, Saraiva, entre outros. Alguns outros (até mais interessantes ao meu ver) estavam bem mais escondidos. A Panini chamou a atenção de todos colocando um boneco do Hulk, em tamanho real no seu estande. A criançada (e muitos adultos, como eu, hehe) se amarraram na surpresa.

Como antigo jogador e fã de RPGs não pude deixar de visitar os estandes da Daemon/Loja de RPG e da Editora Devir, onde finalmente consegui comprar a antiga trilogia Segredos do Poder, romances baseados no RPG Shadowrun. No estande da Daemon também encontramos algumas pessoas caracterizadas, o que atraiu ainda mais a atenção de quem passava por ali. A editora também apresentou na Bienal os cadernos personalizados do RPG Quest, que com certeza ainda vão fazer muito sucesso. Pude ver muitas crianças já pedindo a seus pais.

Mas para esse que vos escreve, as grandes atrações da visita ficaram por conta dos estandes da Giz Editorial e da Editora Novo Século.

Um dos primeiros estandes que entrei foi da Editora Novo Século e para minha surpresa encontrei o autor André Vianco, na minha opnião um dos melhores escritores do Brasil. Não sabia que Vianco estaria por lá, por isso, infelizmente, não levei meus livros para autografar. Comprei o livro Sétimo lá no estande mesmo e consegui um autógrafo do autor, além de uma foto junto com ele. Muito simpático e bastante atencioso, consegui trocar uma idéia com ele e falar também sobre o blog. Após pagar o livro que comprei (que Vianco já havia autografado para mim) procurei o autor para agradecer e conversar mais um pouco, mas ele tinha desaparecido. Foi questão de alguns minutos e ele não estava mais no estande. Será que era André Vianco mesmo? Ou apenas fruto da minha imaginação? Talvez algum poder vampírico de camuflagem ou algo assim …

No estande da Giz Editorial, conheci nosso mais novo amigo e parceiro do Blog Insônia, Adriano Siqueira. Também muito simpático e atencioso, Adriano me apresentou outros autores, como Rosana Rios, J. Modesto e Nelson Magrini, os quais também estavam recebendo os fãs e autografando seus livros. Posso dizer que era o estande mais “fantástico” da Bienal, literalmente falando. Infelizmente não pude comprar vários livros que pretendia nesse estande, mas o farei em breve.

Foi um prazer muito grande conhecer o Adriano Siqueira na Bienal e poder conversar um pouco com ele no estande. Ele me falou da importância do Blog Insônia para os autores do genêro fantástico e principalmente os autores que estão começando agora. Isso me deixou muito feliz e ainda com mais vontade de continuar sempre ajudando na divulgação dessas novas promessas na nossa literatura fantástica.

Ainda dei uma passadinha no estande da editora Aleph, onde Martha Argel e Humberto Neto estavam autografando o livro O Vampiro Antes do Drácula, livro que reúne contos de diversos autores do gênero fantástico mundial. Como tinha bastante gente por ali, deixei para voltar mais tarde, tirar uma foto e bater um papo com os autores, mas infelizmente voltei em um horário que eles não estavam por ali. Também esqueci de passar no estande da Tarja Editorial, um dos que eu queria ver também. Não me lembro de ter visto o estande, ou passei despercebido por ele.

É isso. Essas foram minhas impressões da 20ª Bienal Internacional do Livro e seus pontos fortes. Foi muito legal a visita e espero ansioso pela próxima edição.

por Tiago Castro

Anúncios

4 Responses to [EVENTOS] 20ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo

  1. Olá Tiago,
    Meus sinceros agradecimentos pelos seus comentário sobre a Bienal.
    Foi muito importante pra mim saber que tinha pessoas como você passando por lá e divulgando os escritores brasileiros. É importantissimo o trablho que faz e posso dizer que muitos escritores estão profundamente agradecidos como eu, pois o seu trabalho é excelente.
    Fiquei honrado em conhecê-lo pessoalmente e vi que existe muitas idéias que aos poucos serão realizadas.
    São graças a pessoas como você que faz os escritores brasileiros a acreditarem mais no seu trabalho. E os leitores que sonham em um dia ter o seu livro. São inspirados pela criatividade e coma destas matérias que incentivam a leitura.
    Obrigado pelas palavras que disse sobre mim e espero sempre passar tudo o que disse.
    Muito agradecido e obrigado sempre por tudo que está fazendo.

    Abraços mortais
    adriano siqoera

  2. Giz Editorial disse:

    Caro Tiago,

    Muitíssimo obrigado por você ter visitado o estande da Giz Editorial durante a Bienal do Livro. Ficamos muito felizes com os seus elogios!

    Grande abraço,

    Ednei Procópio
    editor@gizeditorial.com.br

  3. J. Modesto disse:

    Caro Tiago!

    Muito obrigado pelas palavras elogiosas. Na Bienal, o ponto de encontro dos escritores foi, sem sombra de dúvidas, o estande da GIZ EDITORIAL. E olha que não foi nada combinado. E o melhor de tudo foi saber que, com o espitiro FANTÁSTICO que reinou por lá, contaminamos o público.

    Um forte abraço!

  4. dora lage disse:

    Estudante de Jornalismo, na Unisant’anna, estou desenvolvendo matéria para um jornal interno e estou falando dos 50 anos da história da Bienal do livro. Quero um depoimento seu.
    Desde quando vc frequenta esse evento?
    Se já foi em outros anteriores, onde foi?
    O que viu mudar na estrutura e nos expositores?
    O que acha do preço na entrada?
    Agradeço desde já suas resposta.

    Atencioamente,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: